Clínica de Cirurgia Plástica

Agende uma Consulta

    Limpeza de Pele

    A limpeza de pele profunda serve para remover cravos, impurezas, células mortas e milium da pele, que se caracteriza pelo aparecimento de pequenas bolinhas brancas ou amareladas na pele, principalmente, do rosto. Ela deve ser feita de 2 em 2 meses, no caso de peles normais a secas, e 1 vez por mês em peles mistas a oleosas e com cravos.

    – Tem ação antiinflamatória que previne cravos e espinhas;
    – Deixa a pele respirar melhor por eliminar peles mortas;
    – Deixa a pele com sua cor original e com mais brilho.

    A maneira que é realizada a limpeza pode variar com o tipo de pele, sendo que há 4:
    Pele Oleosa: Produz sebo em excesso, que leva os entupimentos dos poros e ao aparecimento de acne, devem ser feitas regularmente.
    Pele Normal: A limpeza é menos agressiva pode ser feita para prevenir cravos e espinhas além de limpar a pele e deixar como uma aparência saudável.
    Pele Mista: Combinação de pele seca com pele oleosa. As regiões são oleosas onde os poros são mais dilatados, e outras áreas a pele é normal ou seca.
    Pele Seca: Para pessoas de pele seca é indicado que a limpeza seja feita rotineiramente, pois geralmente a pele se rompe e da uma aparência enrugada.

    Limpeza de Pele em Santos | Lisandra Cardoso | Estética Corporal e Facial
    Limpeza de Pele em Santos | Lisandra Cardoso | Estética Corporal e Facial

    Perguntas mais comuns:

    Não. Pessoas com a pele cheia de espinhas amareladas devem evitar o procedimento. Nessa situação, a infecção pode se disseminar e o tratamento, em vez de ajudar, vai comprometer a saúde cutânea.
    Não é recomendado. Após a exposição prolongada ao sol, a melanina (substância responsável pelo escurecimento da pele) está em plena atividade.
    Nem pense nisso. Saindo da clínica, fique 48 horas sem se expor ao sol. Além disso, aplique filtro solar com fator 15, no mínimo.

    Evitar os pontinhos pretos que insistem em marcar seu rosto é praticamente impossível, afinal não dá para frear a oleosidade natural da pele. Para não ocorrer nenhum tipo de problema, é sempre indicado procurar um dermatologista para fazer uma avaliação antes. Se o paciente estiver com as espinhas muito infeccionadas e fizer limpeza de pele poderá ter problemas, pois a pele pode estar contaminada e, mesmo com a correta higienização, pode acontecer de espalhar essas bactérias.

    Sim. Depende do estado da pele. Se a mesma for acneica, – que possui acne – por exemplo, necessita de um trabalho mais intenso e cuidadoso. Um bom profissional sempre fará o possível pra que não fique marcado. Geralmente a máscara facial aplicada no final da limpeza consegue acalmar o sintoma, retirando e amenizando a vermelhidão.
    Não é correto extrair acnes inflamadas durante a limpeza de pele. Dentro da acne existem inúmeras bactérias que se espalharam por todo o rosto já que ele se encontra com os poros totalmente abertos durante a extração. O ideal é tratar primeiro as espinhas para depois quando elas estiverem sequinhas ser feito a extração. A limpeza é feita para retirar os comedões (cravos).
    Se o cliente estiver fazendo uso de ácidos ou de algum outro medicamento mais severo ou possua rosácea – doença inflamatória comum da pele que causa vermelhidão facial – deve informar ao especialista antes do tratamento. O ideal é que suspenda a aplicação de ácidos pelo menos 3 dias antes da Limpeza de pele. A contra indicação é feita quando existem lesões ( acne purulenta, cicatrizes inflamadas, feridas entre outras) na pele, que devem ser tratadas antes da limpeza.